Uma carta aberta sobre o futuro do Antility

Olá colônia,

Primeiramente, eu quero reservar um momento para agradecer cada um de vocês que embarcou nesta jornada com a gente desde o dia zero, mesmo sem ter muita certeza de para onde ela ia te levar. 

O Antility recentemente celebrou 9 meses e tem sido, de longe, uma jornada incrível. Tivemos a chance de organizar alguns encontros pelo Brasil, que permitiu as pessoas se conectarem e levarem ainda mais o movimento adiante. Tivemos a oportunidade de trabalhar com algumas marcas como Land Rover, Samsung e Jord para o lançamento de produtos. E algumas organizações como Rolê das Patas, Adote um Gatinho e Instituto Biológico para ações de cunho social. 

Durante esse tempo todo, nós batemos de frente com desafios que permitiram o nosso time ficar ainda mais forte e focado no que realmente é valioso para o movimento: as pessoas. Somos realmente gratos por cada um destes momentos de aprendizado. Penso que a vida tem uma forma incrível de nos modelar e nos tornar mais fortes com tudo que passa pelo nosso caminho.

E onde este caminho nos leva? 

Quando lançamos o Antility, nós tínhamos algumas centenas de pessoas ao redor do globo nos enviando e-mail, DM e perguntando como eles poderiam fazer parte. 

Para ser sincero, não sabíamos e nem esperávamos esta resposta quando lançamos. O movimento nasceu com a premissa de que, o que nós podemos fazer juntos será sempre maior do que aquilo que fazemos sozinhos. 

Os canais digitais são uma grande porta para conectar pessoas com um propósito e criar esforços colaborativos para transformar o mundo em que vivemos. O Instagram e o Facebook tem papel fundamental para isso, mas não determinante. Aprendemos muito nos últimos 9 meses. Uma coisa importante de se notar é que durante todo este tempo, o time se construiu para ajudar a dar estrutura ao movimento. Não oferecemos absolutamente nada, além da imensa gratidão por este time que trabalhou como voluntário. Fomos guiados pela resposta da colônia e amigos que buscaram se envolver e se comprometer de forma profunda.

Recentemente, os líderes de São Paulo se reuniram para discutir o plano estratégico, o futuro e o mapa de 2016 e 2017. Tivemos uma semana inspirada com muitas conversas, revisamos os nossos aprendizados e nos perguntamos algumas questões difíceis. Assim que a semana se concluiu, ficamos confiantes e empolgados em anunciar que o plano de futuro do Antility é extremamente forte. O incrível time que temos está comprometido em executar o plano, que está alinhado com a nossa visão inicial: empoderar a vida das pessoas por meio da fotografia.

O que mudou?

  • Foco na Colônia
    No início, o Antility se dividiu em fomentar a comunidade com projetos autorais e encontrar uma forma de empoderar esta mesma comunidade com projetos de marcas. Infelizmente, não fizemos com tanta profundidade nem um e nem outro. Em virtude disso, decidimos orientar toda nossa energia em construir relacionamento profundo com os membros engajados da colônia. E confiar que, por meio da economia compartilhada, vamos poder criar um ecossistema saudável para o projeto. Passamos a ter líderes de colônias — membros engajados e que por meritocracia foram eleito líderes — e um sistema onde todo membro pode se tornar líder, desde que siga as regras de funcionamento de todo ecossistema da colônia.
     
  • Foco no menos
    Tivemos mais de 500 pessoas que se cadastraram para ser membros e mais de 2.000 para receber nossas notícias. Destas 500, pouco mais de 150 realmente estavam de fato interessadas em se conectar profundamente com o projeto e fazer parte da mudança que deveria começar dentro de cada um. O Faça Parte ficou muito mais criterioso na seleção de novos membros e terá abertura de inscrição apenas uma vez por mês.
     
  • Foco em fazer
    99,9% das pessoas querem fazer parte de algo incrível, mas apenas 0,01% realmente faz de coração. E o nosso foco é nesse 0,01%. Boa parte das pessoas que se mostraram interessadas no projeto, queriam fazer parte, queriam ter a formiga no perfil, mas qual é o verdadeiro motivador delas? O que elas estavam de fato fazendo? É olhando para estas questões que buscamos nos aproximar cada vez mais do movimento maker, daqueles que estão interessados e que realmente fazem. Tudo o que buscamos fazer para evoluir o projeto, tem custos. Em virtude disso, vamos seguir transparentes, mostrando cada um deles e contando com a colaboração de todos para que o projeto siga evoluindo.

O que esperar?

Pelos próximos meses, nós vamos estar lançando alguns planos e conceitos empolgantes para colônia, focado em conectar os membros on e offline.

  • Grand Openning
    Evento ao vivo em São Paulo— focado em anunciar a parceria entre House of All e Antility, e tangibilizar o movimento #RezaALendaQue. Além de focar nos líderes que estão interessados em levar suas habilidades e ideias para outro nível. Será feito para indivíduos que estão buscando solidificar seus propósitos e desenvolver relacionamentos chave, como ferramentas para seu futuro por meio do Antility.
     
  • Antility Talk 
    Evento para líderes e membros de todo o mundo. O primeiro Antility Talk irá reunir os líderes iniciais do movimento, para discutir e aproximar a colônia, além de buscar mudanças culturais e aumento da força dela. Posteriormente os demais TALK’s serão abertos e transmitidos online para que todos os membros da colônia espalhada pelo Brasil e Mundo possam acompanhar de qualquer lugar.
     
  • Antility Manifesto 
    Vamos lançar um video para esclarecer as premissas do projeto e as formas com que as pessoas podem se envolver mais no Antility. Além de novas formas empolgantes paras pessoas se conectarem, crescerem e participarem ativamente da colônia.
     
  • Antility Store 
    A marca do Antility vai ganhar vida em forma de memórias para colônia. Bandeira, Mochila, Moletom, Caneca, Camiseta e outros produtos exclusivos para membros que acreditam e vestem o movimento.

Acreditamos que o Antility é uma ideia que existe dentro de cada um de nós e uma plataforma que todos podem usar para se desenvolver como líder inovador e transformar o mundo em que vivem. Por isso, estamos felizes e otimistas sobre o futuro do Antility. Agradecemos por esta visão, time comprometido e ao apoio incrível da nossa super colônia, apaixonada e envolvida pelo movimento. O espaço físico da House of All será importante para tangibilizar e conectar os movimentos do Antility que dialogam com as premissas de empoderamento e economia colaborativa. Todo o apoio da colônia maker será importante para seguirmos realizando coisas incríveis juntos. 

A nossa missão foi atualizada e tudo o que nós faremos será para cumprir esta responsabilidade. Agradecemos mais uma vez o suporte contínuo ao Antility e nós não poderíamos estar mais honrados, por estarmos envolvidos em ajudar a moldar e desenvolver esta incrível colônia para um impacto global. Por favor, continuem dando suporte para toda colônia conforme nós trabalhamos para fazer esses sonhos e planos acontecerem nos próximos anos.

Missão do Antility

Desenvolver e mobilizar os fazedores de mudanças culturais. Buscando, educando e empoderando uma colônia, para o desenvolvimento do mundo em que ela vive.

Todos pela colônia.

Dan Moraes