fotografia móvel

O QUE FAZEMOS JUNTOS SEMPRE SERÁ MAIOR DO QUE SOZINHOS

EXPOSIÇÃO: UM OLHAR PELO VELHO CHICO

Desde o nascimento do Antility, esta história foi a maior prova de que uma colônia unida por um sonho pode fazer muito mais do que uma formiga solitária.

A Drica (@dricadavino), junto com a Luma (@lumaasouza), a Hellen (@hbm31) e mais uma colônia local, está mudando a forma como Juazeiro e Petrolina enxergam a fotografia. No dia 21 de outubro de 2016, aconteceu a exposição "Um olhar pelo Velho Chico" na Universidade do Estado da Bahia (UNEB), em Juazeiro. Era só o começo de uma pequena grande jornada.

ANTILITY NO VALE DO SÃO FRANCISCO

"Os meets daqui são sempre incríveis, as pessoas nos surpreendem com seus sentimentos em relação ao Antility. A fotografia nos tira da zona de conforto, é como se fosse algo transbordando de mim mesma, não me enxergo sem registrar momentos, mesmo que sejam apenas em minha cabeça. E estes que vou contar agora, já fazem parte de minha história de vida.

No meio de tantas mensagens nos grupos daqui, decidimos nos reunir para falar sobre nossos anseios e acabamos refletindo sobre a situação ambiental local. O rio São Francisco margeia nossa cidade, mas está morrendo pouco a pouco. Tanto a indústria quanto a prefeitura vivem despejando lixo e esgoto por lá. Em nome do desenvolvimento da região, resolvemos que era preciso fazer algo a respeito, por menor que fosse.

O Pablo (@pabloluan0) e a Carine (@car.fernandes), nos contou sobre um festival na UNEB e da oportunidade de levarmos uma exposição de fotos para lá. Queríamos mostrar que apesar de tudo, o rio São Francisco ainda é belo e precisa ser preservado.

Nos inscrevemos e fomos escolhidos. Vitória? Não, só o começo de uma luta."

A JORNADA

"A gente só entende as dificuldades quando nos empenhamos em fazer algo. Precisávamos encontrar parceiros para a impressão das fotos, mandei e-mails, andei no centro da cidade atrás de gráficas apresentando nossa ideia, não foi uma semana fácil. Faltavam apenas dois dias para a exposição, estava quase desistindo até ser salva pelo Paulo (@paulosantana.com.br). Ele trabalha na Compor (@equipecompor) e simplesmente fez a parceria acontecer nos 45 minutos do segundo tempo. As fotos ficaram lindas, seremos eternamente gratos a eles.

Bom, as fotos só ficaram prontas no dia da exposição e estava tudo certo para que eu fosse buscar no estúdio. Mas tudo começou a dar errado: perdi o ônibus, esqueci minha sandália e o cartão do ônibus. Então, o Luan (@_luanprado), outro membro do Antility, acabou indo na frente para pegar as fotos. Tudo pronto! Quer dizer, não. Ainda não havíamos resolvido um ponto importante: como íamos expôr as fotos?

Andamos no centro atrás de varal, mas não encontramos pregadores. Atravessamos a cidade, pegamos um ônibus, descemos no ponto errado, nos esforçamos para deixar a exposição impecável. Ok, hora de ir até a faculdade, onde aconteceria o Festival, mas tinha um pequeno problema: não sabíamos ao certo como chegar lá.

Não conseguimos nos encontrar com a Iana (@ianajuliaabm), outro membro daqui, ela ia nos levar até o lugar. O jeito foi sair perguntando, dobrando esquinas aleatórias... Então, nos deparamos com um cara que pediu ajuda para empurrar seu carro, que não estava funcionando. O Luan (@_luanprado) ajudou e quando o carro ligou, pediu para que o desconhecido nos desse uma carona. Fiquei com muito medo, mas se não fosse essa carona, não teríamos chegado no horário certo."

UM OLHAR PELO VELHO CHICO

"Chegando lá, perguntamos aos organizadores onde iríamos expor. Nos deixaram livres para escolher o lugar, era mais um desafio começando. Queríamos um lugar onde houvesse passagem de gente, no fim, encontramos um espaço entre uma árvore e um poste na entrada. A Luma (@lumaasouza) chegou, e logo foi atrás de um pisca-pisca para improvisarmos, detalhe: um cara tropeçou e quebrou no final, mas tudo bem, faz parte.

Posso fazer uma pausa para um agradecimento especial? A Carine (@car.fernandes), outra membro do Antility, emprestou sua casa para tomarmos banho e beber água.

No fim, a jornada valeu à pena, deu tudo certo. A exposição ficou incrível e rendeu muitos comentários positivos, além de dúvidas e sorrisos provocados por cada foto. Gilmar Santos, um professor e vereador de Petrolina, amou a exposição e a ideia de pessoas fazendo acontecer juntas. Outros professores da faculdade também dividiram seus sentimentos em relação à fotografia, além dos outros membros que foram nos prestigiar.

Espero que o futuro do Antility aqui e no resto do Brasil, seja de pessoas mais engajadas com os movimentos, fazendo mudanças verdadeiras e ajudando como podem. Não importa o tamanho da sua ação, grande ou pequena, o que importa é que juntos sempre podemos fazer mais."

Você é o movimento. Você é #Antility.

 





#REZAALENDAQUE O PASSADO NOS CONECTA

Já sentiu um cheiro que te transportou diretamente para um momento de sua infância que você achou ter esquecido? Ou ouviu alguma música que te fez reviver uma cena que estava escondida em sua memória?

Quando ouvimos a música Reza A Lenda do Dnaipes pela primeira vez, tivemos um encontro com nós mesmos. Mas antes de continuar, dê o play no Spotify e preste atenção na letra.

O passado é muito íntimo, basta parar um pouco para lembrar que ele está ali. Ainda assim, a troca é repleta de riquezas, porque o que nós podemos fazer juntos será sempre maior do que aquilo que fazemos sozinhos. Acreditamos em encontros genuínos que misturam artes, paixões, gostos e histórias. Por isso, mandamos uma mensagem para o DNAIPES e demos início a uma história que vale ser lembrada.

Mudamos. Evoluímos. E ainda temos muito a fazer. Inspirados pela música Reza A Lenda do DNAIPES e no quanto ela dialoga com nossa essência, criamos um movimento para lembrarmos que temos tanto a fazer. Para participar, bastava escolher um dos trechos da música, transformar em uma foto e publicar na hashtag #RezaALendaQue.

O que era para ser apenas uma expressão online, acabou virando um grande encontro offline. No dia 26 de agosto de 2016, amigos da colônia, famílias, fotógrafos, fãs da banda e quem a gente pode abraçar, foram sentir de perto a essência de um movimento Antility transportado para a vida.

Graças à parceria da Uniko, que nos forneceu gratuitamente a impressão de algumas fotos do movimento #RezaALendaQue, pudemos expor o olhar de alguns membros da colônia numa linda exposição na House of All, mesmo lugar que deu voz ao DNAIPES em um pocket show inesquecível.

Nossa ansiedade por construir um futuro sólido, nos distancia de viver um presente que vale à pena ser lembrado. Saudamos o passado, vivemos o futuro e esquecemos o presente. Quantas vezes você reuniu seus amigos em volta de um álbum de fotos para contar suas histórias? Acredite mais no poder dos encontros, mostre mais interesse, pare e ouça o que as pessoas estão dizendo.

Reza a lenda que não é preciso muito para fazer acontecer. Basta fazer.





ANTILITY NOS JOGOS OLÍMPICOS

UMA HISTÓRIA SOBRE ENCONTROS E FRIO NA BARRIGA

Recentemente, mudamos o foco do Antility. Passamos a concentrar nossos esforços em empoderar a nossa colônia de criadores, seja com projetos autorais ou co-criados com marcas. Unidos, queremos enriquecê-los de forma emocional, financeira e cultural. Pois acreditamos que o que podemos fazer juntos será sempre maior do que aquilo que fazemos sozinhos.

A EF Intercâmbio nos convidou para visitar o Rio de Janeiro durante um dos eventos mais importantes do mundo e vivenciar toda a experiência de um intercâmbio, conhecendo pessoas novas com troca de culturas, experiências, aprendizados.

Insistimos para que a parceria saísse um pouco do eixo Rio - São Paulo, dando oportunidade para líderes e membros da colônia de outras partes do Brasil.

Durante 4 dias, o @Gustavo_Barsilva, de Belo Horizonte, ficou hospedado em uma área criada para receber alunos do mundo inteiro para vivenciarem a energia do Rio de Janeiro das Olimpíadas.

Em troca de passagem e hospedagem, o Gus registrou tudo com lindas fotos e contou como foi viver na EF Village:

"Passar 4 dias no Rio de Janeiro durante as Olimpíadas com a EF foi uma das melhores experiências que vivenciei até hoje.
Foi minha primeira viagem de avião e para outro estado, justamente para cidade maravilhosa. O Rio é incrível, meus olhos brilharam e uma tranquilidade tomou conta de mim por ver que estava tudo bem com o Brasil sediando os Jogos Olímpicos.
Na EF Village, conheci EF Ambassadors do Brasil todo, são alunos da EF que já fizeram intercâmbio com a empresa e hoje, transmitem suas experiências para outras pessoas. Fiquei fascinado com o jeito que eles dividem suas vivências. Gostaria de dominar o inglês, fiquei ansioso por não conseguir falar com todos e agora, estou cheio de vontade de ir para outro país, aprender outra língua e experimentar uma nova cultura.
A equipe EF merece destaque. Imagino que tratar todos da melhor forma possível, proporcionando experiências únicas, faça parte do espírito da empresa. São pessoas alegres, simpáticas, gentis e sobretudo comprometidas.

Não posso deixar de mencionar outro momento especial. Durante meus dias lá, também pude conhecer o @Xandemaska, um dos líderes da colônia do Rio de Janeiro. Tiramos um tempo para nos encontrar, conversar e claro, fotografar. O Xande me deu várias dicas sobre a cidade. Foi um enorme prazer encontrar um membro do Antility em outro estado, tenho cada vez mais certeza de que somos muitos e temos o potencial para levar grandes ideias pra frente.

O @Xandemaska complementou o relato:

“Aprecio o trabalho do Gus há bastante tempo no Instagram. Em 2015, estive duas vezes em Belo Horizonte, mas infelizmente não conseguimos nos encontrar. O Instagram é a rede social mais social que existe, mas porque eu faço essa máxima valer. Gosto de me conectar pessoalmente, conversar, abraçar, trocar ideias.

O Gus é um cara humilde, gente boa e muito competente como fotógrafo. O Antility nos aproximou e a EF Intercâmbios trouxe essa proximidade para a vida real. Passamos algumas horas no centro da cidade e no dia seguinte, fomos convidados para assistir às provas de atletismo das Olimpíadas juntos. É claro que fotografamos muito!

Gus, foi um prazer imenso te conhecer e espero que possamos nos reencontrar outras vezes. Quem sabe na minha terceira ida à BH?

 

Que o seu talento faça você viajar mais e mais vezes de avião, pois o frio na barriga por ter feito um bom trabalho e conhecer um "novo mundo" é como uma decolagem: você enxerga tudo o que pode conquistar. E você pode chegar onde quiser!”

Estamos muito orgulhosos em poder fazer parte da história do Gustavo, do Xande, da EF e dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Vamos continuar lutando pelo desenvolvimento da colônia. Assim, todos poderão encontrar oportunidades que abracem e valorizem suas criações.

 

 





VAMOS CONSTRUIR ALGO JUNTOS

A INICIATIVA DO VSCO PARA ARTISTAS EM ASCENSÃO

O VSCO também valoriza artistas que estão crescendo. O VSCO Artist Initiative é um movimento solidário que fornece recursos para artistas continuarem seguindo sua visão criativa. A iniciativa valoriza a arte e o artista, financiando, aconselhando e promovendo criatividade em todos os cantos do mundo. Seguindo a premissa "vamos criar algo lindo juntos".

PROCESSO CRIATIVO

Os artistas escolhidos para participar da iniciativa documentam seus ideais e contam sobre seus processos criativos postando imagens em seus grids no VSCO, atualizando o Journal do aplicativo e colaborando com o time do VSCO com promoções e projetos. Aberta para todos os tipos de artistas, a iniciativa busca continuar crescendo um movimento íntegro construído com arte.

Por causa da alta procura de artistas do mundo inteiro, o VSCO fechou o cadastro de novos projetos e agora, o VSCO Artist Initiative está expandindo sua voz fazendo parte do VSCO Originals, que continua promovendo o trabalho de artistas, mas também explorando diferentes perspectivas de escritores e criadores de conteúdo.





VOLTA AO MUNDO EM 14 DIAS

UM CONCURSO DA MOMENT NO INSTAGRAM

Junte-se ao concurso de foto #makeyourworldbigger e você pode ganhar até 3.000 dólares e viajar o mundo.

Antes do dia 16 de Agosto, publique uma foto no Instagram que foi tirada com seu celular e conte porque o lugar, as pessoas ou a cultura registrada desafiaram o jeito que você olha para o mundo. Marque a foto com o perfil @moment, use a hashtag #makeyourworldbigger, e coloque o local que a foto foi tirada.

Os instagrammers @pketron, @jontaylorsweet e @filmandpixel vão selecionar os finalistas, baseado na qualidade visual da foto e na profundidade da história, que deve transmitir o impacto causado na maneira que você enxerga o mundo.

Quatro finalistas irão receber cerca de 1.000 dólares em prêmios da @moment, @onabags, @artifactuprising e @VSCO.

O grande vencedor receberá 2.000 dólares de subsídio da Delta Airlines e do Airbnb, bem como a impressão da Artifact Uprising e 7 pacotes de edição do VSCO.


EXEMPLO

"Já se passaram alguns meses desde minha viagem para Havana, mas os sons e vistas da cidade ainda estão comigo. Em um instante, eu posso me levar de volta às ruas movimentadas da cidade, sentir o ar quente, empoeirado com cheiro de escapamento e ouvir o grito do vendedor de pão chamando atenção para que sua presença seja notada. Eu fecho meus olhos e sinto o estrondo dos carros antigos circulando, ouço a música vindo de uma porta aberta por perto e o espírito de diversão de um grupo de dançarinos me convidado para uma salsa rápida."

"Já se passaram alguns meses desde minha viagem para Havana, mas os sons e vistas da cidade ainda estão comigo. Em um instante, eu posso me levar de volta às ruas movimentadas da cidade, sentir o ar quente, empoeirado com cheiro de escapamento e ouvir o grito do vendedor de pão chamando atenção para que sua presença seja notada. Eu fecho meus olhos e sinto o estrondo dos carros antigos circulando, ouço a música vindo de uma porta aberta por perto e o espírito de diversão de um grupo de dançarinos me convidado para uma salsa rápida."


REGRAS DO CONCURSO

Cronograma:

- As inscrições foram abertas no dia 2 de Agosto, 2016 às 12PM (PST).

- As inscrições serão fechadas no dia 16 de Agosto, 2016 às 12PM (PST).

- Os quatro finalistas serão anunciados perto do dia 23 de Agosto.

- O grande vencedor será selecionado por votos dos quatro finalistas.

Direcionamentos:

- Publique sua foto e marque antes do dia 16 de Agosto às 12PM (PST).

- Use o perfil da @moment e a hashtag #makeyourworldbigger na legenda.

- Marque a localização onde a foto foi tirada.

- Escreva 2 ou 3 sentenças na história que conta como o lugar, as pessoas ou a cultura capturada na foto desafiou o jeito que você olha para o mundo.

Cada foto inscrita deve ser:

- Tirada com um celular.

- Apenas sua e publicada na sua própria conta do Instagram.

- Publicada e tagueada durante o período do concurso.

- Não violar os Termos de Uso e Guia de Comunidade do Instagram.

Você pode inscrever até 3 fotos, desde que cada inscrição seja única, tanto a foto quanto a legenda. A foto deve ser publicada durante o concurso e não serão aceitas tags em fotos antigas.

Prêmios:

Cada um dos quatro finalistas vão ganhar:

- Kit de fotografia mobile da Moment - Valor: 600 dólares

- Ona "The Claredon" Bag - Valor: 160 dólares

- Impressões da Artifact Uprising - Valor: 100 dólares

- 1 pacote de filmes do VSCO

O grande ganhador irá receber:

- Um voucher de 1.000 dólares da Delta Airlines.

- Um vale-presente de 1.000 dólares do Airbnb.

- Impressões da Artifact Uprising Prints no valor de 250 dólares.

- 7 pacotes de filmes do VSCO.

- Um artigo destaque no Momentist.

As regras completas estão aqui.

Estamos ansiosos para ver a colônia participando deste concurso.

Texto original publicado no Momentist.